Como sobreviver ao amor nos tempos de whatsapp

Impossível falar em relacionamentos afetivos hoje em dia e não citar o whatsapp. A ferramenta está ai, na vida das pessoas, para agilizar a comunicação, encurtar distâncias e baratear as conversas. No entanto, com as facilidades chegam também as nóias, de querer saber com quem a pessoa está falando, onde está e com quem. Para muita gente, é uma fonte a mais de ansiedade. Confira as dicas de Eliete Amélia de Medeiros, especialista em relacionamentos afetivos e diretora da agência de namoros Eclipse Love, para usar os aplicativos e as redes sociais a seu favor!

Um dos principais efeitos colaterais do whatsapp é a vontade incontrolável de bisbilhotar a lista de conversas do parceiro e, com isso, constatar que ele (ou ela) conversa com várias pessoas.

— Isto acaba gerando a maior crise com a falta de compreensão do conteúdo das conversas e com a sensação de falta de exclusividade.

Outro ponto de conflito que o uso do whatsapp pode gerar nos casais é o aumento do controle da vida do parceiro, o que aumenta a ‘neurose’ das pessoas mais ciumentas, já que o aplicativo possibilita envio ilimitado de mensagens, visualização do envio e recebimento das mensagens.

— As pessoas precisam manter a sua individualidade e a sua descrição. É importante não ser tão invasiva, como estão sendo, querendo fiscalizar o tempo inteiro. Tem de respeitar no outro. Se não for acreditar no outro, melhor nem continuar. Certamente a pessoa está sofrendo, não amando.

Existem casos de pessoas que pedem para o namorado(a) mandar mensagens e fotos do local onde está na tentativa de vigiar e controlar os passos do amado.

— Melhor relaxar e viver o relacionamento. Se for para viver nessa paranóia, não adianta estar junto.

Eliete aconselha que as mídias sociais, como facebook e whatsApp, sejam usadas para assuntos imediatos.

— Devemos sempre tentar promover o encontro pessoalmente, olho no olho, para aumentarmos as possibilidades de admiração, atração, diálogo e interesse, para que os encontros não fiquem vazios e sem graça.

Quem não consegue se controlar pode usar as próprias características do aplicativo para ajudar. Bloqueie no seu whatsapp a função que permite ver quando você ficou online. Assim você também não poderá ver quando o outro entrou ou saiu do aplicativo.

— É outra forma de controle também: um vê que outro está online, mas não respondeu. Desabilitar a função é uma maneira de se libertar um pouco dessa ansiedade.

Não custa lembrar que, mesmo com whatsapp e redes sociais, quem quiser mentir, vai mentir. Portanto, a confiança é fundamental para que um relacionamento decole de verdade. O saudável, para a especialista, é um respeitar o outro, manter a sua individualidade e sua descrição.

Para Eliete, especialista em relacionamentos, nada substitui os encontros reais.

— Gente, nada neste mundo, nem mesmo o mais sofisticado dos aplicativos, substitui o olho no olho, o som da risada, a conversa tomando um café ou um drink, o abraço, a pele na pele.

Fonte: R7 – Entretenimento

Coração CadastreCadastre-se