Com eles é na base do beijo

Na juventude, os significados das relações afetivas

“Ei, Psiu! Beijo Me Liga”. Assim canta Michel Teló, mas não só ele, outros cantores e cantoras também retratam o beijo em suas canções como “Na Base do Beijo” cantada por Ivete sangalo – e escrita por Alain Tavares -, “Beijo Roubado” do Grupo Rastapé e “Um Beijo” de Luan Santana. No mês em que o beijo comemorou o seu dia (13 de abril), o Proibido para Maiores tentou desvendar seus mistérios.

O beijo tem vários significados e motivos. Segundo a psicóloga, Eliete Matielo, especialista em Relacionamento Afetivos e Conselheira Amorosa, “o beijo é capaz de sinalizar a compatibilidade do casal”. Dos jovens entrevistados, os perfis de beijo variam entre quantidade, qualidade e relacionamento.

Para a psicóloga, as mulheres são mais exigentes que os homens nos aspectos de estética, dentes, hálito e se o homem beija bem, para depois, ter atração o suficiente para ter relações sexuais.
No caso dos homens, a prioridade do beijo não é despertar interesses para ter relações sexuais. Ela é mental e visual. A atração acaba sendo pelo o que ele vê na mulher.

GESTO DE CARINHO

O analista de suporte, Renan de Souza, mais conhecido como Renan Strato, acredita que o beijo representa um gesto de carinho. “Só beijar acaba ficando algo sem graça. É bom, mas tem outra coisas para se aproveitar no tempo que está com a pessoa que acaba complementando o beijo”.
Eliete disse que não existe idade certa para dar o primeiro beijo, mas que a pessoa tem que se sentir preparada e sentir que chegou a hora.

“A pessoa tem que ouvir os seus desejos e vontades. Não beijar porque todos amigos beijaram. O importante é se amar e se repeitar em primeiro lugar, só assim alguém vai amar você como você é.”

COMPATÍVEL E RACIONAL

Segundo a especialista, o beijo compatível acontece se você tem vontade, características e substâncias biológicas e orgânicas que sintonizam com a do parceiro (a). “Mas bem na hora de falar com você travei, comecei a gaguejar e a saída é deixar acontecer o coração se entregar” – Música “Um beijo” de Luan Santana.

O racional é o beijo de balada. Ele está ligado a escolha mental da pessoa. Geralmente, acontece quando não há vontade instintiva em beijar, e sim, interesse em beijar. “Comigo é na base do beijo, comigo é na base do amor, comigo não tem disse me disse, não tem chove não molha desse jeito que sou” – Música “Na Base do Beijo” – Intérprete: Ivete Sangalo/ Composição: Alain Tavares.

O casal Henrique Lopes Ferreira, 18, e Gabriela Lotério, 16, namoram há 1 ano e 1 mês. Para ele, ficar é algo bem vago, sem compromisso e o namoro é algo mais sério que envolve sentimento. “O beijo mais especial da minha vida foi quando pedi a minha namorada em namoro”, contou.

Ela acredita que o beijo representa mais que mil palavras. “A maioria dos sentimentos não conseguem ser passados por palavras, então só nos resta alguma demonstração”, falou.
“Um beijo fala mais que mil palavras, um toque é bem mais que poesia, no seu olhar enxergo a sua alma” – Música “Um beijo”, de Luan Santana.

COMPETIÇÃO

Segundo S.M., 20, que preferiu não se identificar, a vida de solteiro é algo que ele não pretende abandonar tão cedo. “Na balada costumo beijar uma média de oito meninas, mas depende muito da festa. A bebida também ajuda bastante. Porém, o mais legal é a competição com os amigos de quem pega mais na noite”, falou.
“Pega ladrão, pega ladrão, devolve o beijo que um só beijo é tentação” – Música “Beijo Roubado”, do Rastapé.

A psicóloga aponta que esse comportamento – beijar várias pessoas em uma noite – é moda para esta geração. “Normalmente eles fazem isso para se destacar no seu grupo de amigos, ter admiração e demonstrar poder e se autoafirmarem”. (Colaborou Roxane Regly)

Fonte: jornal de Limeira

Coração CadastreCadastre-se