Afinal o que é a tal Química do Amor?

Afinal-o-que-é-a-tal-Química-do-Amor

/>Mulheres e homens concordaram com a afirmação de que a química é a qualidade mais importante em uma relação. Mas, afinal o que é a tal “química do amor“?
Segundo a psicóloga Eliete Matielo, a química é responsável pela afinidade do casal. A coaching afetiva que também é especialista em vida a dois e diretora da Agência de relacionamentos Eclipse Love explica as características dessa qualidade: “São as sensações de aumento dos batimentos cardíacos e da temperatura corporal, desejo de tocar, sentir o perfume do outro e o desejo dos corpos se unindo”. “Quando estamos próximos do parceiro, trocamos olhares e odores, transmitimos feromônios e substâncias químicas que permitem ter ou não o desejo sexual e de beijar”, completa.

O beijo é um fator importantíssimo no jogo da conquista. “Ele permite identificar a afinidade biológica entre os parceiros”, explica Eliete. A psicóloga afirma que esse conjunto de afinidades é o motivo do desejo e da excitação sexual. Muitas vezes a química é o motivo pelo qual se constrói um relacionamento ou se arrasa. Ela também alerta: “Não basta só química, o casal deve ter a sabedoria de enriquecer o prazer, aprendendo quais são os pontos sensíveis do outro para proporcionar mais encanto”.

A pesquisa revelou as características essenciais para os brasileiros. Os homens optaram, em ordem de importância, por química, senso de humor, afeto, paixão, lealdade, responsabilidade, comunicação, generosidade, paciência e vida familiar. Os rapazes alegaram que precisam ter ao lado uma pessoa feliz e que aprecie o lado bem humorado da vida. Alguém que dê muita importância em se casar e constituir família é o que eles menos buscam.

As semelhanças entre homens e mulheres terminam nas prioridades. Em segundo lugar elas buscam responsabilidade financeira, não querem um parceiro que dependa delas. Completam a lista afeto, senso de humor, lealdade, generosidade, paixão, vida familiar, gentileza e caseiro. Elas querem alguém que goste de passar as noites em casa na companhia delas e de amigos próximos.

“Para alguns o principal é a química. Para outros é o companheirismo, a confiança ou a segurança. É importante ressaltar que as prioridades variam muito conforme a idade”, afirma Eliete. Entre as características que normalmente não são toleradas estão mau humor, traição, falta de higiene, grosseria, falta de respeito e de vaidade, mentiras. “Esses fatores são poderosos para por fim a um relacionamento”, garante a especialista.

Eliete Matielo afirma que em um relacionamento o amor tem três componentes diferentes: intimidade, compromisso e paixão. “A intimidade é mostrada geralmente nas amizades e nos casais românticos. O compromisso é a expectativa que o relacionamento irá durar para sempre. A última e a mais comum forma de amor são atração sexual e paixão. O amor apaixonado aparece na atração, bem como no amor romântico. O amor é uma combinação do crescimento espiritual do outro e também de si mesmo”, esclarece a psicóloga. “Nesta combinação, o amor é uma ação, não simplesmente um sentimento”, completa.

Fonte: Vila Mulher.

Coração CadastreCadastre-se